Urso polar refugiado em Londres

Um urso polar percorre as ruas da cidade de Londres por causa do derretimento do Ártico.

O vídeo, divulgado pelo Greenpeace, tem música do Radiohead e a voz do ator Jude Law. 

 

Anúncios

Agrotóxico metamidofós não pode mais ser vendido no Brasil

A partir deste mês de julho, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o agrotóxico metamidofós está banido do mercado brasileiro.

Já não era sem tempo, visto que o inseticida já é proibido em países como China, Paquistão, Indonésia, Japão, Costa do Marfim, Samoa e no bloco de países da Comunidade Europeia. No entanto, aqui no Brasil, como já é tradição, o governo sede às pressões do mercado e encontra dificuldades para superar os artifícios jurídicos interpostos pelos fabricantes dos agrotóxicos.

“Não foram apresentadas provas de que o produto é seguro para a saúde das pessoas”, explica um dos diretores da entidade, em nota divulgada no site da Anvisa. Se a mesma lógica for usada para outros produtos perigosos, inclusive os novos e desconhecidos Organismos Geneticamente Modificados (OGMs), a lista de produtos e eventos proibidos pode aumentar, e muito. Não seria uma má ideia.

Conforme a Anvisa, “estudos toxicológicos apontam que o metamidofós é responsável por prejuízos ao desenvolvimento embriofetal. Além disso, o produto apresenta características neurotóxicas, imunotóxicas e causa toxicidade sobre os sistemas endócrino e reprodutor.”

No Brasil, o inseticida era utilizado nas culturas de algodão, amendoim, batata, feijão, soja, tomate para uso industrial, e trigo.

Fonte: Anvisa

Belo Monte: A tragédia anunciada e o descaso de um governo incógnito

Texto de opinião do jornalista Heverton Lacerda 

A hidrelétrica de Belo Monte, tema central do documentário Belo Monte: Anúncio de uma Guerra, do diretor André D’Elia, que agrupa uma série de depoimentos que escarnam o discurso oficial sobre o assunto, é mais uma obra faraônica daquelas que arregalam os olhos de investidores financeiros e de políticos interessados nas rebarbas monetárias dos empreendimentos corporativos.

O governo brasileiro atual não é pior do que poderia ser se o grupo político adversário do segundo turno das últimas eleições nacionais tivesse vencido o pleito. Nem melhor, quando se trata da questão da sustentabilidade (em todos os seus aspectos socioambientais). Se há alguma vantagem deste sobre aquele, essa está circunscrita ao âmbito (louvável) da inclusão social. No restante, são tudo farinhas do mesmo saco e “incógnito” é um leve adjetivo que pode ser atribuído a esse governo. A falta de visão político-estratégica inteligente e social de médio e longo prazo é evidente e lamentável. Essa característica é inerente aos três “poderes”, que legislam, executam e julgam tudo por aqui.

O que o jornalista do New York Times, Charles Lyons, chamou de “confronto entre o apetite insaciável por energia e a necessidade permanente por habitação no Brasil” demonstra uma particular visão internacional sobre o caso, e ajuda a afogar o debate sobre as alternativas socioambientais sustentáveis para a geração de energia para o tão aguardado crescimento econômico.

O descaso é evidenciado pela forma abrupta como tenta empurrar goela abaixo uma obra rejeitada e questionada por um grande contingente de brasileiros (alguma semelhança com o projeto do novo Código Florestal não é mera coincidência). Desde a população indígena e ribeirinha local da região do Xingu até uma grande massa de cidadãos que vivem em centros urbanos de todo o território nacional, têm demonstrado, de diversas formas, que são contra a construção de Belo Monte. Os que têm menos conhecimento sobre os impactos socioambientais de tal obra merecem que, ao menos, sejam feitos maiores esclarecimentos antes de iniciarem as escavações.

“Nós somos povos. Isso que o governo deveria entender: Nós somos povos originais dessa terra. Nós não estamos sendo respeitados enquanto tal. Isso é muito triste e é isso que dá a cada dia mais revolta, porque nós conhecemos os nossos direitos, e a gente está gritando e não conseguimos ser ouvidos.” (Trecho do documentário com o depoimento da líder indígena Sheila Juruna)

O documentário Belo Monte: Anúncio de uma Guerra pode ser assistido, na íntegra, aqui abaixo, por uma gentileza dos produtores do projeto, que teve captação de recursos feita através do portal Catarse, onde cidadãos podem doar para projetos de interesse da população, como é o caso deste documentário.

Assista ao filme e tire as suas próprias conclusões. Um bom filme!

Transgênicos fazem aumentar uso de veneno nos EUA

Entre 1996 e 2011 os cultivos transgênicos resistentes a herbicidas elevaram em 239 milhões de kg o uso desses produtos nos EUA, segundo dados compilados por Charles Benbrook, pesquisador do Organic Center. Esse valor inclui soja, milho e algodão modificados. Os Estados Unidos têm a maior área cultivada com sementes transgênicas no mundo.

As informações foram divulgadas pela Associação Agricultura Familiar e Agroecologia (AS-PTA) através do Boletim número 591, de 6 de julho de 2012, com dados do GMWatch.

Continuar lendo

Oração (espírita) pela Terra

Orando com o Mestre

Mentalize em torno de si um campo de energia luminosa cheia de vitalidade e da pura alegria da natureza.

Relaxe.

Inspire esse ar luminoso, carregado de energia e de alegria. Visualize essa onda de força luminosa penetrando em seu corpo, espalhando-se por ele.

Pare o seu pensamento. Não pense. Use a mente apenas para enviar ondas de bem-estar para todo o seu ser.

Imagine que se encontra no campo, na hora do crepúsculo…

Observe como as nuvens se tingem de rosa e dourado e as flores exalam suave perfume.

Você olha o céu, as nuvens tingidas de rosa e dourado, e começa a sentir uma saudade imensa de algo que não consegue definir.

Olha em torno e percebe que uma luz diferente clareia a paisagem.

Vibrações de paz profunda aquietam os pássaros nos galhos do arvoredo e uma brisa muito suave anuncia a chegada de alguém.

De algum ponto do infinito o Mestre vem caminhando em sua direção. Seu passo é calmo e o semblante belo e sereno.

Aproxima-se mais. Seu olhar irradia afeto, amor profundo, e você se sente envolvido nessas vibrações.

Em seu coração todas as mágoas desaparecem, todos os sentimentos pesados, as tristezas e preocupações desaparecem.

Em suas emoções só há confiança, amor e alegria.

Alguém surge a seu lado. Você olha e vê que é um dos companheiros desta Rede de Orações.

E vai chegando mais um, mais outro, e logo você percebe que todos nós, desta Rede, estamos juntos, diante do Mestre.

Ele olha para todos nós com imenso afeto. Em seu olhar não existem perguntas, nem censuras, apenas carinho, amor profundo.

Aproxima-se mais um pouco. Dos Seus olhos e do Seu coração partem poderosas vibrações de amor e harmonia, envolvendo todo o grupo.

Num convite silencioso o Mestre nos pede para vibrarmos junto com Ele pelo nosso planeta.

E percebemos então que podemos ver a Terra em sua peregrinação pelo espaço, a sua grandiosa beleza… mares, florestas, montanhas, aldeias e cidades…

Juntamos então nossa vibração à do Mestre:

– Senhor da Vida Pai/Mãe/Criador de tudo que há, pedimos que abençoes nossa nave cósmica… Que protejas a Terra de nós mesmos. Ajuda a humanidade a se tornar mais fraterna, mais ética, mais justa e pacífica… Ajuda o ser humano a compreender que deve respeitar o chão onde pisa, o ar que respira, a água que bebe, enfim, a natureza da qual faz parte.

– Pedimos também alívio para os que estão sofrendo neste momento. Dá a todos eles esperança… Dá-lhes novas energias para continuarem a caminhada terrena, em busca de evolução.

– Envolva a Terra em vibrações de Amor, de Paz e de Alegria pura, para que a natureza possa se recuperar dos danos causados por nós, seres humanos…

– Abençoa a natureza… na terra… nas águas… na atmosfera terrena, para que ela continue a ser a mãe pródiga e generosa para todos os seus filhos.

O Mestre estende suas mãos abarcando toda a extensão do nosso planeta… derramando sobre ele energias puras, vibrantes de amor e de paz.

Vamos retornar tranquilamente ao nosso mundo exterior, mas guardando na alma toda essa luz, esse amor, essa paz que nos envolve… e peçamos ainda:

Guarda-nos, ó Mestre, na tua luz.

Para OUVIR esta oração, clique no link abaixo.

http://www.mediunsespiritas.org/audio/oracao.com.o.mestre.mp3

Fonte: Portal Médiuns Espíritas

Responsabilização das empresas de biotecnologia por danos causados pelos transgênicos

segundo boletim informativo “Biodiversidade e Rio+20”, produzido pela Terra de Direitos, aponta a necessidade de responsabilização das empresas de biotecnologia pelos danos gerados pelos transgênicos no meio ambiente.
Segundo a publicação, o Protocolo Suplementar ao protocolo de Cartagena pode ser instrumento de responsabilização das transnacionais da biotecnologia por danos causados pelos transgênicos ao meio ambiente e à saúde pública.
Clique aqui para acessar o boletim em pdf.

Acesse também o planfleto sobre o tema.

Via Boletim AS-PTA