Tragédia de Fukushima completa um ano

O Greenpeace realizou uma ação em Porto Alegre, na manhã de hoje (11), para relembrar o acidente nuclear da Usina de Fukushima e protestar contra as usinas atômicas do Brasil. A manifestação fez parte de um conjunto de ações realizadas em várias cidades. Os integrantes da Organização Não Governamental lembraram a população dos riscos  referentes às usinas nucleares e colheram assinaturas para a PEC Contra Usinas Atômicas.

A tragédia em Fukushima foi provocada por terremoto seguido de uma tsunami no dia 11 de março do ano passado. Em dezembro, o governo japonês anunciou que os reatores haviam atingido o estágio de fechamento a frio, ou seja, não representariam mais perigo. No entanto, a descontaminação da área deve durar décadas.

Yoshihiko Tonohira

Durante o Fórum Social Temático, que aconteceu aqui no Rio Grande do Sul em janeiro, o monge  Yoshihiko Tonohira informou que a contaminação do solo tem se transferido para os alimentos plantados na região. Através do ar e da água (oceanos e rios), a radiação continua se alastrando sem que seja possível mensurar a totalidade de locais, culturas e biodiversidade que será ainda afetada.

Leia mais:

Monge budista pede ajuda e alerta sobre os perigos das Usinas Nucleares

Site sobre a catástrofe, desenvolvido por Yuko Tonohira  http://www.jfissures.org/

Anúncios

Comente aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s