DNA transgênico no leite e em órgãos de animais alimentados com transgênicos

Dizem que os jornalistas noticiam e depois esquecem de acompanhar os fatos. Portanto, agora que estão prestes a liberar o feijão transgênico para ser comercializado no mercado brasileiro, reapresento aqui a denúncia feita há dois anos pela ONG Testbiotech.

Através da revisão da literatura científica, a Testbiotech encontrou crescentes evidências de que fragmentos de DNA de plantas transgênicas podem ser encontrados em leite, órgãos internos e músculos de animais. Em abril de 2010, cientistas da Itália relataram a presença de sequências de DNA de soja transgênica em leite de cabras. Traços deste DNA foram também encontrados nos cabritos alimentados com o leite das cabras.

Leia mais sobre o assunto abaixo e no relatório elaborado pelo professor Jack Heinemann, da Universidade de Canterbury, Nova Zelândia: Report on Animals Exposed to GM Ingredients in Animal Feed

Em outra pesquisa recente, cientistas encontraram traços de plantas transgênicas em órgãos de peixes. As sequências genéticas foram encontradas em quase todos os órgãos dos peixes estudados.

“Publicações recentes apoiam a proposta da rotulagem de produtos derivados de animais alimentados com ração transgênica, como carne, leite e ovos. Se os métodos de detecção de DNA melhorarem, estes traços de DNA transgênico em animais serão encontrados com mais frequência no futuro”, diz Christoph Then, da Testbiotech.

Exemplos de evidências científicas da presença de fragmentos de DNA de plantas transgênicas no leite e outros órgãos de animais alimentados com ração a base de plantas transgênicas:

Cabras:

“Nossos resultados mostraram que pequenos fragmentos de DNA podem ser detectados no leite, mas também em órgãos das crias de cabras alimentadas com soja transgênica. A pesquisa revelou também níveis elevados de LDH (lactato desidrogenase) em tecidos, sugerindo um aumento no metabolismo celular. Embora nossos dados pareçam estar em conflito com a maioria dos estudos nesse campo, são coerentes com outros estudos e as consequências a longo prazo para a saúde da ingestão de OGMs necessitam ser consideradas.”

Fonte: Tudisco R., Mastellone V., Cutrignelli M.I, Lombardi P, Bovera F., Mirabella N., Piccolo G., Calabro, S., Avallone L., Infascelli F. (2010) Fate of transgenic DNA and evaluation of metabolic effects in goats fed genetically modified soybean and in their offsprings. Animal (2010), 4:1662-1671 Cambridge University Press. Copyright © The Animal Consortium 2010.

Peixes:

“Nós usamos análises de PCR para detecção de soja Roundup Ready em ração aquática e tilápias que consumiram esta ração. Também foram comparadas dietas com soja geneticamente modificada com dietas não transgênicas na alimentação de tilápias (Oreochromis niloticus, linhagem GIFT), analisando fragmentos residuais (254 pb) de soja GM. Tilápias recebendo dietas de soja GM tinham fragmentos de DNA em diferentes tecidos e órgãos, indicando que os genes exógenos GM foram absorvidos sistemicamente e não totalmente degradadas por canal alimentar.”

Fonte: Ran, T., Mei, L., Lei, W., Aihua, L., Ru, H. and Jie, S. (2009), Detection of transgenic DNA in tilapias (Oreochromis niloticus, GIFT strain) fed genetically modified soybeans (Roundup Ready). Aquaculture Research, 40: 1350–1357. doi: 10.1111/j.1365-2109.2009.02187.x 

Extraído de: DNA from transgenic plants found in milk and animal tissue – Testbiotech, 19/08/2010.


Anúncios

Um comentário sobre “DNA transgênico no leite e em órgãos de animais alimentados com transgênicos

  1. É isso aí, aqui e ali encontramos algumas comprovações da interferência maléfica dos transgênicos na vida animal e vegetal, muito lentamente alguns vão acordando para a realidade, um tanto tarde para intervirem, ou não ter sido afetado como eu, que fiquei doida no meio da batalha ao ver animais com tumores horriveis, além de ter várias vezes meu corpo queimando e ardendo por visitar plantações de soja ou milho transgênico pois sou extremamente alérgica. E quem lida com o produto tem lesões, por isso preferem a pulverização aérea.

    http://www.mst.org.br/Pulverizacao-aerea-tem-fiscalizacao-precaria-e-regulamentacao-fragil

Comente aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s